Música Popular Brasileira perdeu uma das suas estrelas: morreu Gal Costa

A cantora tinha 77 anos. Cancelou um espectáculo em São Paulo este fim-de-semana.



TÓPICOS

Gal Costa, uma das maiores figuras da Música Popular Brasileira (MPB), morreu esta quarta-feira, aos 77 anos, avança o Folha de São Paulo, que refere que a informação foi confirmada pela assessoria da cantora. Desconhece-se a causa da morte da artista.

Gal Costa deveria ter actuado este fim-de-semana no festival Primavera Sound, que decorreu em São Paulo. No entanto, a cantora cancelou à última hora a sua presença. A assessoria de Gal Costa justificou o cancelamento com a necessidade de a artista recuperar de uma cirurgia que serviu para retirar um nódulo na fossa nasal direita.

Seguindo recomendações médicas, a artista iria ficar afastada dos palcos até ao final deste mês, mas já tinha espectáculos agendados para Dezembro e Janeiro.

Maria da Graça Costa Penna Burgos, mais conhecida como Gal Costa, nasceu em 1945 em Salvador da Bahia. Desde cedo foi incentivada pela mãe a construir uma carreira na música. Nos anos 60 do século passado, Gal Costa tornou-se uma das grandes vozes da Música Popular Brasileira.

A cantora conheceu Gilberto Gil, Caetano Veloso e Maria Bethânia, outras lendas da Música Popular Brasileira. O quarteto formou o grupo Doces Bárbaros.

Ao longo de décadas, Gal Costa permaneceu um nome incontornável da MPB. Em 57 anos de carreira lançou mais de 40 álbuns. Do seu extenso repertório destacam-se clássicos da música popular brasileira como “Baby”, “Meu Nome é Gal”, “Chuva de Prata” e “Barato Total”.

[Notícia actualizada às 15h23]

Ler mais