Morreu a artista plástica Lourdes Castro

Considerada uma das mais importantes artistas portuguesas contemporâneas, Lourdes Castro morreu este sábado. Tinha 91 anos.



A artista plástica Lourdes Castro morreu, este sábado, aos 91 anos, na ilha da Madeira, local onde nasceu a 9 de Dezembro de 1930, de acordo com o jornal Público.

Considerada uma das mais importantes artistas portuguesas contemporâneas, Lourdes Castro começou a expor ainda na década de 1950 e percorreu, ao longo dos anos, Paris, Berlim e São Paulo. Mais recentemente, em Abril do ano passado, foi condecorada com a medalha de Mérito Cultural pelo Ministério da Cultura português.

Entre 1958 e 1962, juntamente com o também artista plástico René Bertholo, foi fundadora do grupo e da revista KWY, a que se associaram Christo, Jan Voss, João Vieira, José Escada, Gonçalo Duarte e Costa Pinheiro.

Participou em numerosas exposições internacionais de pintura, de livros de artista e de mail art e apresentou espectáculos de sombras, com Manuel Zimbro, em diversas cidades europeias.

Em 1992, a sua obra foi alvo de uma retrospectiva na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Também representou Portugal, juntamente com Francisco Tropa, na Bienal de São Paulo em 1998.

Já em 2000 recebeu o Grande Prémio EDP Arte e, em 2004, foi distinguida com o Prémio CELPA/Vieira da Silva Artes Plásticas Consagração.

Ler mais
PUB