Filme português na edição de estreia do Festival Internacional de Cinema da Bretanha

“O Buraco”, uma história de Sérgio Marcelino, é a única produção nacional presente no evento gaulês que se inicia a 5 de Julho. Beatriz Teixeira é uma das intérpretes.

A curta-metragem de ficção “O Buraco”, realizada por Paulo A. M. Oliveira e produzida por Rui Pinhão, da produtora Adesiva, foi seleccionada para a edição de estreia do Festival Internacional de Cinema da Bretanha, que se realiza em Julho, na localidade francesa de Locronan.

Num misto de comédia negra e tragédia, “O Buraco” é a única produção portuguesa entre os 89 filmes seleccionados para o festival, que se inicia a 5 de Julho. No elenco, conta com a participação de Sérgio Marcelino e Beatriz Teixeira.

“O Buraco”, com história de Sérgio Marcelino e argumento de Ana Ramos, João Ruela e Sérgio Marcelino, foi ainda seleccionado para vários festivais internacionais depois de ter conseguido o prémio de 3.º Melhor Filme no “48h Hour Film Project Lisboa”.

No Festival Internacional de Cinema da Bretanha, o filme português vai competir na categoria de curta-metragem com filmes de 52 países diferentes, entre eles o premiado “Aiyai: Wrathful Soul”, do autraliano Ilanthirayan Alan Arumugam, e “Miss Mary Mack”, do realizador e actor americano Tim True.

Ler mais