Portugal entre os países que mais vão sentir as alterações climáticas

Ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro, fez o alerta na cerimónia de assinatura de um protocolo de intervenção para proteger o sistema dunar entre Mindelo e a Ribeira de Silvares.



TÓPICOS

Portugal é um dos países que mais vão sentir os efeitos das alterações climáticas, como a subida das águas, alertou esta sexta-feira o ministro do Ambiente e da Acção Climática, Duarte Cordeiro.

“Portugal é, em toda a Europa, um dos países que mais sentem, e mais vão sentir, os efeitos das alterações climáticas e dos fenómenos extremos e subida do nível de águas”, afirmou o governante em Vila do Conde, no distrito do Porto, na cerimónia de assinatura de um protocolo de intervenção para proteger o sistema dunar entre Mindelo e a Ribeira de Silvares.

O governante salientou que “todo o litoral vai obrigar a uma actuação permanente, vigilante e persistente de recarga de praias, reposição do sistema dunar, manutenção de estruturas de defesa costeira, de desassoreamento dos sistemas dunar e das barras”, e recordou que estão previstos “importantes investimentos no litoral”, com recurso a financiamento europeu.

O vice-presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, Pimenta Machado, explicou ainda que o projecto protocolado, para protecção do sistema dunar entre Mindelo e a Ribeira de Silvares, pretende resolver “o agravamento do estado da erosão costeira, da deslocação da duna primária para o interior e da invasão do passadiço existente na área e o quadro de instabilidade dunar e estrutural” resultante dos “grandes volumes de areia” no local.

Ler mais
PUB