Portugal continental mantém-se em situação de seca no final de Abril

No último dia do mês passado, 8,5% do território de Portugal continental estava em seca fraca e 4,3% em seca severa. Não se registava seca extrema.



Todo o território de Portugal continental estava no final de Abril em situação de seca, a maior parte em seca moderada (87,2%). Segundo o índice meteorológico de seca (PDSI) do Instituto português do Mar e da Atmosfera (IPMA), no último dia do mês passado, 8,5% estava em seca fraca e 4,3% em seca severa. Não se registava seca extrema.

De acordo com o IPMA, mantém-se assim a situação de seca meteorológica em todo o território, com diminuição da área em seca severa, estando agora grande parte do continente na classe de seca moderada.

No final de Março, Portugal continental tinha registado um desagravamento da situação de seca meteorológica em todo o território, deixando de haver regiões em situação de seca extrema.

Nessa data, 81,7% de Portugal continental estava em seca moderada, 15,9% em seca severa e 2,4% em seca fraca.

Segundo o IPMA, existem quatro tipos de seca: meteorológica, agrícola, hidrológica e socioeconómica.

A seca meteorológica está directamente ligada ao défice de precipitação, quando ocorre precipitação abaixo do que é normal.

O relatório indica que no final de Abril verificou-se uma diminuição dos valores de percentagem de água no solo em quase todo o território, realçando a região do interior Norte e Centro e as regiões do Vale do Tejo e do Baixo Alentejo, com valores inferiores a 20 %.

Ler mais
PUB